terça-feira, 15 de setembro de 2009

POSE DE MAU, RADICALISMO, É ISSO QUE ELES QUEREM PARA IMPOR O SEU FACISMO.


Muita gente gosta de bater no peito e dizer que exerce sua CIDADANIA plenamente porque votam de 2 em 2 anos. Uma palhaçada! E todo o resto? É como escutar o Marco Palmeira dizer que bebendo águas Kayari, você está plantando árvores, e por fim, fazendo tua parte. Ora! Coragem cidadão, plante você mesmo sua árvore e exerça você mesmo sua cidadania, não transfira suas responsabilidades a terceiros.
Se informe, reflita, transforme em ações. O voto hoje é quase nada, pois quase não se tem em quem votar, e para exercício pleno da DEMOcracia, o voto, deveria ser um direito, e não, uma obrigação. Eu voto NULO! Só penso em votar novamente quando esse direito me for concedido sem opressão e desespero, ou seja, quando o voto não for mais obrigatório, e os candidatos a representantes da massa ( burra ) tiverem um salário de fome como os nossos.
“É verdade que, em dia de eleição, mesmo a burguesia mais orgulhosa, se tiver ambição política, deve curvar-se diante de sua Majestade, a Soberania Popular. Mas, terminada a eleição, o povo volta ao trabalho, e a burguesia, a seus lucrativos negócios e às intrigas políticas. Não se encontram e não se reconhecem mais. Como se pode esperar que o povo, oprimido pelo trabalho e ignorante da maioria dos problemas, supervisione as ações de seus representantes? Na realidade, o controle exercido pelos eleitores aos seus representantes eleitos é pura ficção, já que no sistema representativo, o controle popular é apenas uma garantia da liberdade do povo, é evidente que tal liberdade não é mais do que ficção.”
(Mikhail Bakunin, em Ouvres, Vol. II, 1907)

Eu voto NULO e você?
Acha que votar é a solução?
Plante o C.A.O.S, semeie a arte, a cultura, e colha um bom social.
(Rafael Altomar)

Nenhum comentário:

Postar um comentário